Resenha: A Coragem de Não Agradar - Ichiro Kishimi e Fumitake Koga

21.1.19

Título: A Coragem de Não Agradar
Autor(a): Ichiro Kishimi e Fumitake Koga
Páginas: 272 páginas
Sinopse: "Com mais de 3 milhões de exemplares vendidos, A coragem de não agradar conta uma história capaz de iluminar nosso poder interior e nos permitir ser quem somos. Na periferia de uma cidade milenar vivia um filósofo que ensinava que o mundo era simples e que a felicidade estava ao alcance de todos. Certo dia, um jovem insatisfeito com a vida foi desafiá-lo a provar sua tese. Inspirado nas ideias de Alfred Adler – um dos expoentes da psicologia ao lado de Sigmund Freud e Carl Jung –, A coragem de não agradar apresenta o debate transformador entre um jovem e um filósofo. Ao longo de cinco noites, eles discutem temas como autoestima, raiva, autoaceitação e complexo de inferioridade. Aos poucos, fica claro que libertar-se das expectativas alheias e das dúvidas que nos paralisam e encontrar a coragem para mudar está ao alcance de todos. Assim como nos diálogos de Platão, em que o conhecimento vai sendo construído através do debate, o filósofo oferece ao rapaz as ferramentas necessárias para que ele se torne capaz de se reinventar e de dizer não às limitações impostas por si mesmo e pelos outros."

Sabem quando foi a última vez que resenhei um livro aqui no blog? Foi no dia 12/06/2017, sobre o livro outros jeitos de usar a boca. Não é louco isso?! Durante a faculdade, não tive maturidade e organização suficiente para conciliar os estudos com os hobbies, mas agora que estou formada, venho tentando equilibrar as áreas da minha vida.

Comecei o ano empenhada em concluir esse livro que comprei já tem um bom tempo em alguma das promoções fantásticas da Saraiva. Mesmo adotando um ritmo mais leve, foi bom ler algo que não seja curtas poesias. Além disso, o prazer da leitura foi dobrado em razão da  feliz surpresa que foi esse livro. Vem cá, conto tudo pra vocês.

Quando comprei o livro, não percebi que ele trazia uma abordagem filosófica e essa foi uma das coisas que me deixou com o pé atrás no começo da leitura, além da estranheza de perceber que a narrativa inteira é um diálogo entre um jovem e um filósofo, algo que jamais tinha visto antes. No primeiro momento, achei que tinha vacilado na escolha do livro, julgando-o apenas pelo título e sem prestar atenção em sua temática. Felizmente, fui surpreendida.

A Coragem de Não Agradar é uma proveitosa conversa  que dura cinco noites, entre um jovem frustrado e um filósofo inspirado nas ideias de Alfred Adler, figura que é um dos pilares da psicologia. Nesse diálogo, estando o jovem disposto a desconstruir todo o discurso do velho filósofo, eles debatem sobre autoaceitação, capacidade de mudar, sentimento de comunidade, conflitos, relações interpessoais, divisão de tarefas da vida e várias outras questões interessantes. Na maioria das vezes a leitura se torna densa, mas é justamente em razão dessa pegada filosófica. Você vai aprendendo várias coisas novas, mas é difícil assimilar tudo de uma vez.

Ao final do livro, é inevitável que você, assim como o jovem, desperte para uma nova maneira de enxergar a vida, as relações interpessoais e a si mesmo.

Talvez eu não tenha conseguido expressar de forma satisfatória o que o livro nos propõe a refletir, mas preciso reiterar o quão precioso foi aprender tanto sobre tudo através do ponto de vista da psicologia adleriana. Eu nunca tinha ouvido falar sobre Alfred Adler antes, vocês já? Enfim, foi uma leitura completamente proveitosa e bem no estilo do que estou buscando agora: conhecimento que me leve a descobrir a mim mesma e aos outros.

Espero que tenham gostado do post e perdoem se essa resenha tá fraquinha, mas estou tentando voltar com esse conteúdo aos poucos. Comentem aqui embaixo se gostaram ou se já leram o livro. Beijos!

Que tal esses?

2 comentários

  1. Eu não conhecia o livro, mas achei bem interessante.
    E pelas fotos, notei que você fez inúmeras anotações o que mostra que o livro realmente te pegou.
    Beijos
    https://recolhendopalavras.blogspot.com

    ResponderExcluir

Facebook

Quote

"Devemos sempre acreditar que, por mais difícil que seja, lutar por aquilo que queremos não é perda de tempo."

- Anne Ferreira