Delena e as idas e vindas de uma amizade

11.9.15

Ontem vi no twitter uma foto que a Demi Lovato postou com a Selena Gomez e imediatamente compartilhei esse momento lá na fanpage do blog. Na descrição da foto Demi diz  "Olha só como a gente 'arrasa no verão'... Amigas de anos, velho 'amor de sempre'".

Se você ainda não está entendendo os motivos desse post existir, eu vou te explicar. Demi E Sel são amigas desde infância, cresceram juntas no mundo da Disney e até fizeram um filme juntas ( Programa de proteção para princesas). Quem não lembra das duas sempre grudadas e se ajudando nos momentos de bad? Delena, como eram chamadas, tinham uma amizade invejável e que ia além da profissão. Acontece que ano passado rolaram mil tretas e as duas se afastaram, trocaram unfollow nas redes e tudo mais. Uma das justfificativas que a Demi deu para essa quebra na amizade foi que "Acho que é uma daquelas situações que as pessoas mudam e crescem para lados opostos”.

É sobre tempo, amadurecimento, interesses e essas voltas que o mundo dá que eu quero falar nesse post.


Também fui/sou vítima dessas indas e vindas na amizade. Demorei muito para perceber, mas me dei conta que a faculdade, a falta de tempo e essa vida pseudo adulta que eu levo me afastou muito das minhas amigas. Quando se está no colégio, a convivência diária cria laços muito fortes (aparentemente), mas já pararam para observar como as coisas não são as mesmas via whatsapp e afins? Quase chorei no dia que caí na real e percebi como tudo mudou. Minhas amigas só sabem o básico da minha vida e isso também é tudo que eu sei da vida delas. Dizem que a amizade verdadeira vence o tempo e a distância, mas eu sempre fui a favor do cara a cara.

"Dói quando um amigo vira um estranho."

E não tem sensação mais incômoda do que ver uma pessoa indo embora da sua vida e sentir-se incapaz de fazer algo pra mudar o que está acontecendo. Surgem fotos nas redes sociais com vários novos amigos e com um carinha bacana. Talvez estejam namorando, mas agora já não faz o menor sentindo perguntar sobre isso. Será que está se saindo bem na cidade grande? Está gostando do curso? Namorando alguém? Quais a chances de lembrar que eu existo e que um dia fomos amigas? Essas perguntas me cercam constantemente, mas como já falei, isso não tem mais sentido. 

Não é como se nunca houvesse existido amizade, sabe? Existiu sim! Mas somos um projeto de seres humanos tão falhos que as vezes não conseguimos carregar as mesmas bagagens e pessoas a vida toda. Algumas só pesam, e dessas eu não tenho pena de me livrar, mas outras trazem apenas leveza e mesmo assim a deixamos para trás. Não é de propósito, sei disso. É só o nosso jeito confuso de crescer, mudar e conseguir manter tudo no devido lugar. Mudei tanto de 2013 pra cá e sei que o mesmo aconteceu com todo mundo que já estudei, que seria praticamente impossível mantermos os mesmos interesses. A vida vai mostrando faces novas, então cada um escolhe o seu próprio caminho e dane-se o que se perder na estrada.

O lado bom é que toda essa sensação ruim acaba quando temos uma segunda chance. E se essa pessoa aparecesse agora? Sinto que para a maioria delas, nós seríamos as mesmas. A velha piada sacana, uma risada sem motivos, troca de confidências e um abraço apertado. Quem falou em distância mesmo? Isso é o que me conforta e me faz acreditar que, apesar de todos os empecilhos, eu tenho pessoas nas quais investir e confiar todo o meu amor e carinho. 

"Reparei agora que todos os relógios pararam entre a primeira e a última vez que lhe vi."

Que as regras de amizade nos perdoe pelo desleixo, mas não há sinal maior de amizade do que reencontrar uma velha amiga e sentir aquela primeira sensação de quando se conheceram. Não existe tempo, distância, caminhos e opiniões diferentes, tudo isso irá se dissolver no instante em que nos sentirmos à vontade para sermos quem somos, do jeito que sempre foi. Ué, é obrigação dela rir daquela piada sem graça que a gente não cansa de fazer!

É por essa trilha esquista e cheia de caminhos opostos que a Demi, a Sel, eu e você passamos e, quem sabe, voltemos a passar. Pode ser maldade ou ironia do destino, porque nessas indas e vindaspercebemos quem foi pra sempre e quem sempre está disposto a voltar. Na verdade, acho que lá no fundo, eles nunca nos deixaram.  Por fim, queria dizer que sou team Delena e torço muito para que as duas reencontrem um amor lindo e saudável que sempre existiu. Ah, também quero deixar um recado para um lote de vacas que fazem parte do meu rebanho: não importa o tempo ou a distância, não esqueçam nunca que a parceria é eterna! 

Ei, se você já passou ou está passando por isso, fala pra outra pessoa que ela continua sendo importante pra você (compartilha o post cazamigas) e comenta aqui embaixo o que achou do post. Beijos!

Que tal esses?

16 comentários

  1. Semana passada recebi a visita de dois amigos que não via a algum tempo. Quando todos três andavam de moto tínhamos ponto certo de encontro, semanalmente, mas um casou, outro vendeu a moto e outro .........! Foi uma ótima tarde de conversa sobre tudo e no fim um disse: Rafa Vc num liga, num aparece, num fala mais com a gente!! Foi a forma de dizer que eu estava em falta com velhos e bons amigos! A filha dele tem quase um ano e o tio Rafa ainda não a conhece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eles sentem sua falta, não é tarde para tenar uma reaproximação. Vai lá conhecer a filhinha do seu amigo :D

      Excluir
  2. Hey,

    Eu acho que toda amizade passa por isso... É a vida sabe, mas o que importa é saber aceitar e saber que se é amizade mesmo, quando estiver junto, vai estar tudo "normal".

    Abraços,
    www.pepperlipstick.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ju que texto♥
    Estou passando por um momento assim, percebi que minhas amizades escorreram pelos dedos junto com essa correria de gente grande.
    Acontece que exatamente assim como você disse, existem algumas amizades que realmente vale correr atrás, vale dizer que sente falta, que quer de volta.
    Amei esse post Ju, acredito que talvez seja o que mais tenha gostado até hoje. Tanto que vou compartilhar sim. ♥
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn Cami, muito obrigada! Espero que você não se distancia de suas amizades ao ponto de nunca voltar pra elas. Beijos!

      Excluir
  4. Primeiramente eu queria dizer que a volta da Delena foi uma das coisas que mais me deixou feliz esse ano. Em segundo lugar queria dizer passei por uma situação assim recentemente, fiquei boa parte do ano passado brigada com minha melhor amiga (por sinal a única que consegui manter laços fortes desde o tempo do colégio). É estranho quando a gente percebe que as coisas estão desandando pq faz parte da vida. É mais louco ainda saber que não há esforço no mundo que impeça isso de acontecer. Depois de um tempo sem se falar a gente reencontrou, e msm não tocando no assunto em questão, foi como se nada tivesse acontecido. O meu amor por ela talvez seja até maior depois dessa, e poder ter ela do meu lado sem trocar um palavra e ainda assim se sentir bem é uma prova disso.
    Parabéns pelo texto maravilhoso e vida longa a Delena ♥
    rhuanytta.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que boooom Rhu! Quando estamos distante e sem poder olhar nos olhos e abraçar, qualquer briguinha se eterniza, mas quando estamos cara a cara ninguém quer perder tempo com essas bobagens. Beijos!

      Excluir
  5. Eu nunca gostei muito das duas, pode me xingar à vontade, mas juro que nunca me liguei tanto nelas, acho que não consigo enxergar esse lado, enfim. De qualquer forma, a amizade delas é sim uma prova de que nem tudo é como queremos e que nem todos são como imaginamos. Amigos são diferentes, cada qual com seus valores e personalidades distintas que, por vezes, acaba atrapalhando e muito, coisa que não deveria acontecer. Dias desses ouvi de uma "amiga" minha de faculdade e quanto nosso grupo era falso com ela, sendo que apenas falamos uma verdade para que ela se tocasse do erro que estava cometendo consigo mesma. Acho que é o preço que se paga por ser sincero. Teu texto ficou incrível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre acontece isso de alguém não entender que queremos só ajudar, mas o tempo e a maturidade vai mostrando isso pra ela. Obrigada, Kelly!

      Excluir
  6. Ai ai. Eu estou passando por uma fase complexa no que diz respeito a amizades. Sabe quando você se sente uma estranha no próprio grupo? Não se sente bem, porque percebe que aquelas pessoas não te compreendem e só estão ali por estar? Que se você sumisse elas não se importariam? Acredito que as relações se modificaram tanto nos últimos anos que uma amizade mesmo, verdadeira, é um tanto rara. As relações de hoje são mais superficiais. Também quase chorei (acho que eu chorei mesmo) quando me dei conta da superficialidade das minhas. Seu texto ficou maravilhoso, e era bem o que eu queria ler ultimamente. Um beijo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 0;Sei bem como é isso Let ): Espero que isso passe logo e que, se for acaso, você faça novoas amigos. Beijos!

      Excluir
  7. As vezes eu fico pensando, e fico ttriste de ter perdido algumas amizades pelo caminho sabe? Saudades das fofocas, das conversas. Infelizmente elas são estranhas pra mim agora ):

    Beijos, Love is Colorful & Sorteio Lentes para Celular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também fico triste Ba, mas acontece com todo mundo ): Beijos!

      Excluir
  8. Acredito que pelo fato do meio de 'amizades' delas ser algo pequeno por conta da fama, fica difícil voltar 100% de amizade quando acontece algo ruim.

    | A Bela, não a Fera |
    | FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderExcluir

Google +

Facebook

Quote #1

"Devemos sempre acreditar que, por mais difícil que seja, lutar por aquilo que queremos não é perda de tempo."

- Anne Ferreira