[+QP] E se eu tivesse um caderno que tornasse real tudo que eu escrevesse?

28.7.15


Pirmeiro eu aprendi a ler. Depois aprendi a escrever. Não imagino um existindo sem o outro ou eu existindo sem os dois. Já faz parte da minha vida misturar o que sinto com o que aprendi bisbilhotando os sentimentos que outros ousaram passar para o papel. Eu tinha uma caderninho onde eu anotava tudo o que eu vivia, ou gostaria viver. O ganhei da minha mãe como presente de aniversário, ela me entregou e me disse que as palavras tinham poder, mas nunca imaginei que fosse tanto assim. As páginas pareciam sentir o que eu sentia, como se elas me entendessem de verdade.

Comecei a anotar as coisas boas, mas nem tudo na vida é um mar de rosas (ou jujubas) e constantemente eu contava das coisas desagradáveis que aconteciam comigo e como eu gostaria que fosse tudo diferente. Reclamar e sonhar são duas coisas que eu sempre fiz muito bem.

*****

17 de setembro de 2012
Querido diário,

Não entendo porque as coisas precisam ser tão difíceis, acho que é tudo culpa desse colégio novo. Eu gosto daqui, mas ao mesmo tempo não gosto, ele me levou tudo que eu trouxe quando eu cheguei. Fred e Dan se afastaram de mim, nós éramos melhores amigos ano passado, como isso pôde acontecer? É tudo culpa daquela garota que dá em cima do Dan, tenho certeza! Queria que ela tropessasse e caíssa na frente de todo mundo e que os meninos percebessem que ela é uma vaca e voltassem a ser meus amigos. Ando tão preocupada com isso que mal estudei para a prova de amanhã, é de física e eu não sei de n-a-d-a. Quero e preciso muito tirar nota boa, estou esperando um milagre. Boa noite, diário.

23 de setembro de 2012
Querído diário.

Nem acredito que consegui passar em física! Meu Deus, isso é inédito na história da minha vida hahaha. Mas não para por aí, a Vaca Rainha levou maior tombo no intervalo, todo mundo riu dela (inclusive eu, só que por dentro). Alguém contou ao Fred e ao Dan alguns podres dela, ainda não sei quem foi, mas gostaria muito de abraçar essa pessoa. Finalmente  eles perceberam que eu estava certa e voltaram a falar comigo. Eu sempre estou certa. Agora quero muito que o Dan e eu demos certo, farei de tudo pra isso acontecer. Sempre quis encontrar um príncipe encantado no colégio para vivermos um amor de cinema, passar na faculdade, nos casarmos e ter uma vida muito feliz. Ai ai, estou tão sonhadora hoja ♥. 

09 de janeiro de 2013
Querido diário,

Agora eu te entendo. Você não é um caderno qualquer. O que é isso em você? Bruxaria, encantamento? Seja lá o que for, eu não quero mais. Durante todo esse tempo eu vim escrevendo as coisas que eu gostaria que acontecesse e de alguma forma, que eu não entendo como, você fez com que tudo acontecesse. Isso parece bizarro, masé claro que foi você, só você sabia! O pior é que eu desconfiava de tudo e mesmo assim não parei. Pedi coisas ruins para as pessoas que eu não gostava e coisas boas para me favorecerem sempre. Aconteceu tudo conforme os meus planos, só eu poderia reinar nessa história toda. Nem sequer parei para pensar se os meus sonhos eram o sonhos das outras pessoas que eu envolvia neles. Consegui um namorado, passar de ano, uma vida boa e confortável com a minha família, mas nada disso parece... merecido. Não era pra ser assim, por isso, essa é a última vez que te escrevo e não vou pedir mais nada. Ah, vou sim. Eu quero escrever minha própria história, mas não assim. Eu não quero ser dona do meu destino. Adeus.


*****

Uma loucura, eu sei, mas nada daquilo valeria a pena. É mesmo um sonho acontecer tudo que você sempre quis, poder escolher as pessoas que eu quero na minha vida, escolher o que elas devem sentir ou fazer por mim, mas... Mas não. Não é tão bom quanto parece. Não há graça nenhuma em comandar tudo a minha volta, a graça é a surpresa, a magia de ser incrivelmente surpreendido, as vezes por coisas boas, outras vezes por coisas não tão boas assim. É a minha vida, mas isso não quer dizer que precisa ser tudo do meu jeito. Nem sei se eu tenho a capacidade de escrever uma vida inteira com começo, meio e fim.

Desde aquele dia, tranquei o diário em um baú e escondi a chave. Nunca mais escrevi nele e nem quero. Tive o cuidado de desfazer tudo que ele fez, quero que a minha vida seja real do começo ao fim, não importa quantos gostos meus sejam contrariados e quantas coisas deêm errado. Hoje eu luto pelos meus sonhos, mas entendo que nem tudo é do meu jeito e aceito o que não posso controlar. A dúvida é o que me move, de nada vale a vida sem a expectativa da espera pelas incertezas do amanhã.

Esse é o meu texto para o prejeto +Que Palavras que mensalmente nos desafia com um tema sobre o qual devemos criara a nossa própria história.

Que tal esses?

9 comentários

  1. "Não imagino um existindo sem o outro ou eu existindo sem os dois" tamo junto hahahah
    Achei o texto muito legal e criativo.
    irianneveloso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Este post fez-me pensar e pensar e pensar!
    Que talento enorme, fiquei apaixonada!
    Adorei conhecer o teu cantinho, mesmo! E já segui é claro!
    Muitos beijinhos de Portugal
    Jéssica Paiva - http://omundodajesse.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você se identificou, Jéssica! Obrigada :*

      Excluir
  3. Já pensou se fosse assim mesmo? Que perigo hein..
    Também acho que seria sem graça, saber exatamente o que acontecerá por que você mesmo decidiu que seria assim. As pessoas ao redor virariam fantoches.
    Acho que vi um filme que acontecia mais ou menos isso, mas era levando pro terror.
    Beijos
    http://espaireceu.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, todo mundo seria um fantoche :(

      Excluir
  4. Ai que sonho uma coisa dessas. Mas ao mesmo tempo seria perigoso, e as coisas perderiam um pouco da emoção do não saber. Acredito que há momentos e momentos né? Um beijo : *

    www.fleurdelune.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Juliana! Também faço parte do +QP e quando vi o tema confesso que adorei a ideia de ter um caderno assim, seria tão bom voltar em alguns momentos, conquistar algumas coisas difíceis, fugir da realidade quando ela se apresentasse ruim... Mas ai foi só pensar mais um pouquinho e lembrar de alguns momentos da minha vida, melhor do que ganhar algo de mão beijada é conquistar com nossos próprios esforços.
    Seu texto me fez lembrar a reflexão desse dia, e adorei como você conseguiu misturar ficção com uma mensagem tão bonita! Parabéns! ♥
    Beijos,

    www.princesasadoradoras.com.br/

    ResponderExcluir

Google +

Facebook

Quote #1

"Devemos sempre acreditar que, por mais difícil que seja, lutar por aquilo que queremos não é perda de tempo."

- Anne Ferreira