Como eu viveria no meu lugar fictício favorito

29.7.15

Sempre que penso em um lugar fictício favorito para viver, penso imediatamente em Hogwarts. Existem vários outros legais que eu acharia o máximo viver, como Nárnia, Neverland, The Half Blood Camp... Mas a escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts é o lugar mais incrível inventado na história da literatura, eu seria louca se dissesse que não gostaria de conhecer cada cantinho daquele castelo maravilhoso. 

Eu iria para Londres alguns dias antes do início do ano letivo que começa em 1ª de setembro, daria uma passadinho no Beco Diagonal para comprar os materiais que a escola envia em uma lista, uma coruja e uniformes de primeira mão. Ah, também precisaria passar no Olivaras para comprar uma varinha, que tipo de bruxa eu seria que não tivesse uma? Depois eu me hospedaria no Caldeirão Furado até o dia de embarcar no Expresso de Hogwarts na plataforma 9 3/4.

Eu chegaria de barco ao castelo para ter uma visão mais bonita dele e conhecê-lo melhor, eu e os demais alunos do primeiro ano seríamos preparados para a Cerimônia, sem ter contato com os veteranos. Ao adentrar o salão principal eu certamente iria surtar com o teto, as velas flutuantes e todo o explendor do Salão Principal. No momento mais esperado da noite, a seleção das casas, eu imploraria para o Chapéu Seletor me mandar para a Grifinória, tenho certeza que ele atenderia meu pedido e eu vestiria vermelho e dourado cheia de orgulho.

No restante do ano eu faria de tudo para assistir todas as aulas do 1ª ano e fazer as lições direitinho: Herbologia, Transfiguração, , Feitiços, Duelos, Poções e Defesa Contra as Artes das trevas. Com certeza eu passaria bastante tempo na biblioteca, ledo vários livros sobre magia e bruxos que fizeram história no nosso mundo. 

Nos anos seguintes, já como veterana, eu chegaria em Hogwarts na carruagem puxada pelos testrálios, já poderia entrar no time de Quadribol da Grifinória, se passasse no teste, claro, e me arriscaria em novas aventuras pelo castelo. Também faria amizade com as outras casas, talvez não tanto com a Sonserina, mas eu me esforçaria. Daí em diante eu tenho certeza que só coisas legais aconteceriam. Estudaria bastante pra passar nas N.O.M.s. e nas N.I.E.M.s., para me despedir de Hogwarts da melhor forma possível: como uma Auror. 

Como é gostoso imaginar uma história nova e mágica para a vida da gente, eu amo fazer isso e sou capaz de passar horas pensando em como eu viveria em Hogwarts, detalhe por detalhe. Esse post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots e eu amei escrevê-lo! Espero que vocês também tenham gostado. Comentem aqui em baixo o lugar fictício favorito de vocês e como se imaginam vivendo lá. Beijos!

Que tal esses?

14 comentários

  1. Que post lindo!
    Acho que meu lugar fictício favorito seria o País das Maravilhas, e vou me divertir escrevendo como eu viveria lá hahaha
    Adorei o seu blog, beijo!

    literarizei.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O País das Maravilhas também seria ótimo para viver ♥

      Excluir
  2. Ahhh também penso em Hogwarts, que lugar mais incrível e mágico! Desde a primeira vez que assisti Harry Potter fiquei sonhando em estudar naquela escola, sonhando com o dia que minha carta chegaria. única coisa que chega pra mim no correio é cartão do Enem, e nem isso mais kkkkkk
    Sempre quis saber o que o que o chapéu seletor reservaria pra mim, e mesmo amando Grifinória, acho que iam acabar me botando na Sonserina. kkkkk

    bjs
    blogtrashrock.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKK a Sonserina não é tão ruim quanto dizem

      Excluir
  3. Que post maravilhoso! Adorei essa ideia.
    Acho que meu lugar fictício (não tão fictício assim) seria à alguns - muitos - anos atrás, um lugar cheio de príncipes, condes, viscondes e cavalheiros apaixonados. Talvez a Verona de Shakespeare, ou os bailes de Julia Quinn, ou até mesmo o Brasil de Carina Rissi. Eu acho que seria maravilhoso presenciar os amores lindos e verdadeiros que lemos nos livros.

    Beijos
    Dani Cruz
    blog-emcomum.blogspot.com.br
    Twitter - @blogemcomum / Insta - @blogemcomum / Fanpage Em Comum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai gente, isso seria maravilhoso. Também queria viver na Idade Média com seus castelos *--*

      Excluir
  4. Se tivesse que escolher um lugar fictício com certeza seria Hogwarts também, não tem como não escolher esse, hahah :))
    Só de ir pra uma casa, ter aula de magia, gente, já me empolgo toda *oo*
    Beijão!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo mundo pra Hogwarts dia 1 de setembro! #partiu

      Excluir
  5. Eu nem preciso dizer que eu também iria para lá né? Um sonho <3 . Imagina só, acho que só de passar para a plataforma 9 3/4 e ver o Expresso de Hogwarts parado lá eu já ia ter um troço : p KKKK Um beijo : *

    www.fleurdelune.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKK Eu também! Quando a carta chegasse eu já desmaiava

      Excluir
  6. Vou para Hogwarts esse ano, tenho fé na minha coruja <3
    Sonho sonho sonho sonho :3
    Eu seria da Corvinal no fim das contas e adoraria as aulas. Acho que seria a escola na qual eu iria amar todas as matérias!!
    Valeu a pena esperar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem como não amar tudo nessa escola <3

      Excluir
  7. Oi Ju!
    Também quero viver em Hogwarts, aaa!
    Eu com certeza iria para a Sonserina (além de ser louca pela Casa, Pottermore me mandou pra lá nas 2 vezes que me cadastrei no site então é tipo destino, né? Haha). Mas com certeza não seria da turminha do Malfoy, seria da nova geração Sonserina totalmente do bem, hihi.
    Amei seu post! E se prepara que falta menos de um mês pro início do ano letivo, ein? :P

    Um abraço,
    winterbird.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Pottermore eu também sou da Sonseria e até gosto, sempre ganhamos a Copa das Casas hahaha. Já estou arruamando as malas haaha

      Excluir

Google +

Facebook

Quote #1

"Devemos sempre acreditar que, por mais difícil que seja, lutar por aquilo que queremos não é perda de tempo."

- Anne Ferreira