Renascimentos e recomeços : Começar do um

29.4.15


Tem momentos na vida que parece que tudo está dando errado, que o alinhamento está fora do eixo e log logo tudo vai cair sobre você. As vezes nos deparamos trilhando um caminho que não faz mais sentido trilhar, que aquelas curvas são perigosas demais, não valem o risco e que você nem ao menos reconhece esses rosto estranhos que caminham ao seu lado. Que lugar é esse? Quem são esses que me cercam? Quem é esta que vos fala, me fala? Será que sou eu mesma? Não mais. 

Durante muitas vezes em nossas vidas, precisamos resetar o que já fizemos, ora parte, ora tudo. É preciso imergir em um rio de novas convicções e submergir para começar tudo de novo, do zero. Não digo que isso seja ruim, não é um arrependimento, uma tentativa de voltar atrás. Essas são, na verdade, transformações necessárias que tomamos em ápices de amadurecimentos e amadurecimento pouco tem a ver com idade. Acontece que em determinados momentos da vida tudo que conseguimos pensar ao olhar nosso reflexo no espelho e os cacos de quem somos pelo chão, é que não dá mais. Espero que, pelo menos uma vez na vida, você se banhe nesse rio, mas se eu puder ter o luxo de desejar mais que isso, desejo, então, que você se afogue nesse rio muitas vezes para continuar vivo. 

Digo que você continuará vivo porque não há sensação melhor do que sobreviver à um afogamento. Desde que as águas desse rio me engoliram pela primeira vez eu tenho experimentado diariamente a saborosa sensação de que não sou a mesma e que tampouco quero voltar a ser. Uma coisa eu digo, não há como se "desbanhar", "desafogar", é pra sempre, ou até a próxima. 

Sei que se eu falar sobre a minha experiência com Deus, muitos irão parar esse texto por aqui, se é que ao menos começaram a lê-lo! Mas mesmo assim eu continuo e já não me importa quantos darão atenção ao que eu tenho pra falar. É o seguinte, meu caro, não adianta mudar o caminho se você primeiramente não mudar a si mesmo. Não é óbvio? Se permanecermos os mesmos vamos continuar querendo voltar para aquela velha estrada. Então mudei primeiro a mim e percebi que o caminho, de modo geral, não estava ao todo errado, eu apenas insistia em caminhar pelo lado escuro dele quando havia um lado em que o sol brilhava insesantemente e mostrava uma paisagem linda. 

Falo por metáforas porque não consigo falar de outro jeito, mas se querem que eu seja mais clara, aqui está: mudei meus hábitos, meu pensar, meu sentir, meu falar e principalmente, o meu agir. Me recuso a ser quem um dia eu já fui. Não consigo enxergar o cais de onde parti, estou muito longe de tudo aquilo e mais longe ainda do que quero ser. Mas voltar é um caminho longe demais, seguir, por mais distante que pareça ser o alvo, é mais perto. E resetei a minha vida. Não alcancei o que almejo, mas todos os dias eu acordo com a certeza de que quero tentar mais uma vez e começo tudo do zero. Do zero não, do um, porque eu tenho a minha fé. 


Esse post faz parte da blogagem coletiva do grupo Rotaroots, blogueiros de raiz que pretendem resgatar o blogs no estilo old school

Que tal esses?

6 comentários

  1. Nossa Ju, que texto lindo.. Lindo de verdade, daqueles que dá vontade de reler mais algumas vezes.
    Aliás, não é apenas lindo, mas motivador. Faz com que a gente pare e pense sobre como estamos levando nossa vida, por onde estamos indo e qual caminho estamos trilhando. É reconfortante pensar que, a qualquer momento, a gente pode recomeçar, deixar o que não gostamos pra trás e seguir um novo rumo.

    Foi você que escreveu? Já estou seguindo seu Blog :)

    Beijos,
    #fiquerosa

    >> www.fiquerosa.com <<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, fiquei super feliz com o seu comentário. Que bom que você gostou do texto, Renata, espero que ele continue sendo uma motivação pra você ♥
      Ah, e sim, o texto é meu! Quando a autoria não for minha, ele virá entre aspas e com os crédito no final :D

      Excluir
  2. Inspiração ótima e corajosa! A vida é assim, feita de mudanças. Quando estiver cansada de tudo, sia, mude o visual, conheça novas pessoas, trace novos rumos, deixe a luz do seu coração guia-lá. O tempo de ser feliz é curto e cada instante que vai embora não volta mais! ♥
    http://ironicallyvitoria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Victória! Temos que arriscar ser uma pessoa nova e melhor, devemos mudar por dentro por fora, sejá lá que lado for, mas vamos recomeçar!!

      Excluir
  3. Nossa Ju, tu é unicorniana só pode! Caramba que texto incrível e estas palavras motivadoras e metafóricas? Com certeza tem um dom, e terá muito sucesso se souber usá-lo!
    Este texto me fez refletir, pensar em um acontecimento similar que vivi e que havia esquecido, de fato a gente culpa mais os caminhos da vida do que a nós mesmos... Queremos que a vida mude e não contribuímos com essa mudança vindo de nós mesmos!
    Parabéns viu? Pelo texto e pelo blog, muito sucesso pra ti Ju! Beijos já estou acompanhando!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Unicórnia desde que me entendo por gente, Carol! Obrigada por todo esse carinho ♥ Gosto muito de escrever e sempre que bate aquela inspiração eu descarrego tudo nesses textos e que bom que esse te ajudou! A gente sempre acha que a culpa está no outro em alguma coisa e nunca na gente, esse é nosso problema :(

      Excluir

Google +

Facebook

Quote #1

"Devemos sempre acreditar que, por mais difícil que seja, lutar por aquilo que queremos não é perda de tempo."

- Anne Ferreira