5 coisas que eu sinto falta

28.4.15


Esses posts de blogagem coletiva sempre mexem com meus sentimentos e esse é mais um que me fez voltar no tempo e lembrar com saudade da minha infância, das coisas legais que eu fazia, das minhas amigas, viagens com a família, a época do colégio e tudo mais. Quem não tem doces lembranças que gostaria de viver novamente? Só uma pessoa muito infeliz aniquilaria o seu passado e seria capaz de dizer que não sente saudade de nada. Pois bem, não sou essa pessoa e sinto falta de muitas coisas, mas não uma falta triste, mas uma falta de quem curtiu muito fazer aquilo e as lembranças valem muito. Estão curiosas pra saber as 5 coisas que mais sinto falta? É só acompanhar o post!


Férias em Praia Azul com meus primos | Quando eu era criança, o meu tio tinha uma casa em Praia Azul onde todos íamos nas férias do final do ano. Era muito divertido! Eu tenho muuuitos primos, então imagine um monte de criança na carroceria de um caminhão (sim, era assim que viajávamos!) e ansiedade durante todo o caminho para chegar logo. Era muito, muito divertido! Lembro também que jogávamos dominó todas as noites (Game, pra ser mais exata) e na praia eu colecionava conchinhas coloridas ♥ Depois que meu tio vendeu a casa, nunca mais voltei à Praia Azul ):

Pular corda | Modéstia à parte, eu era muito boa nisso! Nem lembro como essa febre começou, mas de um dia pro outro um monte de gente do meu colégio passava o recreio inteiro pulando corda. Lembro que eu levava a minha (dessas cordas grossas mesmo) e eu e minhas amigas fazíamos campeonatos e tudo. Quando a Coca-Cola lançou aquele brinde de juntar tampinhas e trocar por uma corda, aí foi que a febre aumentou. Quem não tivesse uma corda daquela pra pular no recreio, não era popular e é claro que eu tinha a minha haha


Meu gato Leonardo da Vinci | Como criar cachorro dá muito trabalho, aqui em casa preferimos criar gatos, já que eles são mais independentes. Quando nossa gata Mel deu a luz à quatro filhotes e depois sumiu, resolvemos ficar com um só, o Léo. Ele era ihual a mãe e quando cresceu e virou um gato lindo, logo apareceu uma namoradinha pra ele, mas o coitado já estava castrado, mesmo assim, criamos ela também, se chamava Rina mas depois de um tempo, alguém da vizinhança a envenenou e mais uma vez o Léo ficou sozinho. Passamos mais ou menos uns dois anos com ele e advinha? Mataram também. Depois dele só criamos mais um gato e não passamos muito tempo com ele (o bichano era muito agressivo, parecia mais uma onça). Até hoje sentimos muita falta do Léo, dele se enroscando nas nossas pernas, da fome sem fim e volta e meia mamãe fica lembrando dele :'( #RIPLéo

Olimpíada Nacional de História do Brasil | História sempre foi minha matéria favorita no colégio e anualmente acontece a Olimpíada Nacional de Hisória do Brasil (ONHB) e minha professora de história inscreveu alguns amigos e eu para participarmos. Se não me engano, participamos na 8ª série e no 1ª E.M. e apesar de muuuito trabalhoso, era também muito divertido. As regras da equipe exigia que estivéssemos divididos em equipes de três pessoas, mas respondíamos as questões todos juntos, as vezes concordando com a resposta e outras não. O mais legal era os desafios, lembro que um deles foi fazer um jornal entrevistando algum profissional "histórico" da cidade, então queimávamos muita aula pra sair por aí procurando alguém para entrevistar. Nunca chegamos à final, mas mesmo assim fomos vencedores, pois nossa professora sempre foi muito honesta e nos orientava muito bem, mas não respondia as questões nem fazia qualquer desafio em nosso lugar. 

Torneios de Xadrez |Quando mudamos de colégio, minha irmã queria participar de tudo que tinha nele e eu que tinha que levá-la para os treinos. Foi assim, quase sem querer, que a levando para um treino de xadrez eu aprendi a jogar também. Foi amor à primeira vista. Da 5ª série ao 1ª E.M. eu participei de campeonatos e ganhei medalhas de ouro e de prata. Quando mudei de colégio de novo não voltei a jogar nem a competir, porque lá não tinha disso. Ainda penso em jogar regularmente com a minha irmã, até porque esse jogo é excelente para o raciocínio e estratégia, mas até agora esse desejo ainda está no plano das ideias.

Como foi legal relembrar essas coisas! Isso gera tanto assunto na família hahaha estava agora mesmo lembrando dessas e outras coisas com a minha irmã. Tem uma  frase que diz - mais ou menos assim - que mesmo que as pessoas mudem, as lembranças permanecem as mesmas e é exatamente isso que sinto. Muuuita coisa mudou na minha vida, na minha personalidade e nos meus interesses de lá pra cá, mas sempre levarei essas lembranças com muito carinho no meu coração.

O que acharam do post? Deu pra me conhecer um pouquinho mais, não foi? Espero que tenham gostado e não esqueçam de comentar aqui em baixo o que vocês sentem faltam na vida de vocês. Beijos! 

Que tal esses?

12 comentários

  1. Juuu, que demaiss <3 eu jogava xadrez também, era tão legal! Também joguei volei, fiz karatê, e mais uma série de coisas rs e concordo com a frase final, tenho lembranças tão boas de pessoas que depois me fizeram tanto mal, ou lembranças boas de pessoas que já não existem... é gostoso pensar nelas, embora algumas machuquem às vezes. Adorei seu post, é legal estar mais pertinho de quem você é <3 um beijo! 48janeiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Naaath, eu também jogava vôlei e já lutei karatê <3 Do karatê eu não sinto falta e vôlei eu nunca competi, apenas treinava. Exatamente isso, as lembranças nunca vão mudar *--* Beijos!

      Excluir
  2. Adorei o post sobre saudade.
    Muito legal. beijo

    www.revistadarafa.com.br

    ResponderExcluir
  3. Que nome diferente você deu para seu gato ein! Entendo suas saudades. Só não gosto de torneio de xadrez tenho medo de vacilar e ficarem me zoando depois ç.ç. E quem dera férias agora...

    Kissus da Iza // ★*゚*☆*゚**゚*☆*゚*
    By || Hi Tokki 안녕하세요 맛있는 ||

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto de nomes de personagens históricos :D
      Nossa, ninguém vai zoar não, perder é uma coisa que faz parte da vida :*

      Excluir
  4. Desejando loucamente um bichinho com esse nome, pra começar! uheuehe Que nome legal você deu ao seu gato em? Eu ainda não havia visto um post assim, achei diferente. Eu jogava Xadrez quando menor, inclusive, eu era péssima! hahahaha Eu gostava de pular corda mas era viciada mesmo naqueles elásticos. Como é mesmo o nome? Colocava uma ponta na perna de uma pessoa e a outra, em outra pessoa e ai ficava pulando pra lá e pra cá. Eu nem me lembro o nome daquilo. Adorei o post, um beijo ♥
    http://cirandadeflores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha, todo mundo fala do nome dos meus gatos, mas eu só gosto de nomes assim, não quero nada comum :P Aaaah, eu também já pulei elástico, mas gostava mesmo era de corda. Obrigada, linda!

      Excluir
  5. Nossa que maldade que fizeram com os seus gatinhos, que vizinhança sem coração essa sua :(
    Aqui em casa criamos uma gatinha que parece mais uma onça mas minha mãe adora tanto animais que temos ela até hoje, junto com outra gatinha e mais dois cachorros. Um verdadeiro zoológico kkk, uma coisa que sempre quis aprender (mentira, quis depois de ler HP) mas nunca aprendi foi xadrez, na verdade ninguém me ensinou, tentei aprender sozinha mas sou péssima em decorar regras de jogo e essas coisas hahaha

    www.leitecombiscoitos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah vizinhança daqui é péssima! Tenta de novo, mulher! Xadrez é um ótimo exercício pra mente :D Faz assim, lê as regras do jogo e pratica com alguém que já saiba jogar, daí se você errar, ele vai te corrigindo e rapidinho você aprende :D

      Excluir
  6. Gente que saudade que me deu de jogar xadrez lendo teu post. Competi algumas vezes e foi uma experiencia muito boa. =) Faz tempo que não sei o que é pular corda kkkk Nossa que crueldade essa que fizeram com teu gato, gente isso não se faz.

    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me deu saudade também, preciso jogar de novo D: Crueldade mesmo, sempre fazem disso por aqui </3

      Excluir

Google +

Facebook

Quote #1

"Devemos sempre acreditar que, por mais difícil que seja, lutar por aquilo que queremos não é perda de tempo."

- Anne Ferreira