Me amo assim: Como aprendi a me amar

20.2.15

Não sei se vocês repararam nos projetos aqui do blog, mas a algum tempo eu entrei em um chamado Me amo assim criado pela Simone e pela Carol. Pelo nome já da pra perceber do que se trata, né? Exatamente: amor próprio. O projeto veio pra trazer liberdade e aceitação sobre quem realmente somos. O projeto tem tudo a ver comigo, tem muitas coisas em mim que tive que aprender a aceitar já que não posso mudá-las e as que eu posso mudar, aceitei também! Não quero fazer nada só pra agradar os outros.


Eu, do fundo do meu coração, tenho um orgulho absurdo de ser quem eu sou. Não vou dizer que é fácil, e que nunca deu vontade de desistir, mas vale muito mais a pena continuar. 

Essa frase é o que me motiva nos momentos que eu acho que há algo muito errado comigo, quando na verdade não há. Desde pequena eu sempre fui muito magra, quer dizer, isso é o que as pessoas dizem, mas eu me acho normal. Sempre houveram e vai continuar havendo piadas sobre isso. Vão perguntar se não tem comida na minha casa, dizer que o vento vai me levar, minhas pernas parecem dois gravetos e blá blá blá. Ser magra não é uma doença, sabia? Tenho anemia, ok, mas isso tem a ver com o que eu como e não com a quantidade que estou comendo. Várias vezes planejei entrar na academia e ter um corpo mais "cheio", mas sempre desisto. Sei que preciso melhorar minha alimentação, mas isso não significa dizer que tenho que entrar no padrão de corpo "Juju panicat" e sair por ai toda curvilínea só porque as pessoas querem.  Saiba que o que me falta de perna me sobra de cérebro! 

Outra coisa que me incomodava muito era a miopia, Desde os 10 anos eu percebia minha visão um pouco ruim, mas só aos 13 meus pais acreditaram quando falei isso e então comecei a usar óculos. Sério, meu óculos era horrível, a lente era fotocromática e no sol eu parecia uma cega. Pra mim isso era o fim da picada, mas eu não podia tirá-lo por nada. Só aos 16 anos eu percebi que o que me incomodava tanto poderia acabar virando um acessório e até mesmo a minha marca registrada. Até tentei usar lente de contato, mas não teve jeito, nasci pra usar óculos vermelhos.

Tem também quem fale mal do meu cabelo, da roupa que eu estou vestindo, da opinião que tenho e tantas outras coisas, mas nada disso importa. Foi importante pra mim aceitar todas as coisas que todos criticavam pra que eu me olhasse com amor e percebesse que não sou uma vítima do destino nem nada. Temos que aceitar todas as nossas limitações e imperfeições, não importa o que os outros digam, cada um de nós tem algo único e especial dentro de si e isso ninguém pode nos tirar. 

Sou baixinha, magricela, quatro olhos, cabelo de água de salsicha, metida a chata e me amo assim.

Outras que se amam como são 

Que tal esses?

18 comentários

  1. Que lindo!!! Essa de "se aceitar" está tão banalizado hoje em dia que é mais que demais ver depoimentos de quem realmente faz isso de corpo e alma. Se gostar é bom, causa uma revolução interna que ninguém é capaz de descrever. Sofro com a mesma de ser magra e já aceitei que não conseguirei mudar isso nem tão cedo nem tão rápido, mas gosto de mim assim e assim será.
    Demais esse post e esse projeto <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo Micaelle! Hoje em dia as pessoas preferem se adaptar ao padrão de beleza que é imposto ao invés de aceitar quem são. Eu pretendo um dia entrar na academia, ser mais fortinha e tudo mais, mas no momento essa não é a prioridade da minha vida e enquanto não for, eu vou me amando assim :)

      Obrigada pelo carinho :*

      Excluir
  2. Seu texto ficou lindo! Eu fico cada vez mais encorajada a me amar como sou quando leio textos como esse já que, hoje em dia, a mídia impõe regras sobre nosso corpo e muitas de nós se rendem a elas. Eu acho lindo quando percebo que outras pessoas se amam como são, não importa se estão dentro ou fora dos padrões. Isso é uma grande conquista. Fico muito feliz por você!
    Beijos,
    Nalu
    http://coisasafiins.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muuuuito obrigada pelo carinho Nalu. Deixe de lado todos os padrões impostos pela sociedade e ame-se de verdade! Espero muito que esse texto te ajude e incentive, conte comigo pra o que precisar :*

      Excluir
  3. Caraca, esse teu texto ficou lindíssimo! Também amei a foto! Sempre tive muitos problemas na questão de amar a mim mesma. Sempre achei mais bacana depositar o meu amor nos outros. Já tô dando uma conferida nesse projeto que parece ser bem legal, e parabéns pela iniciativa dentro de si mesma e aceitação! Tomara que você inspire muito mais gente como também começou a me inspirar!
    Podes dar uma passadinha no meu mais novo blog? http://titialeia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo poder ler isso Clara! Muito obrigada pelo carinho, é muito gratificante saber que posso estar ajudando alguém.
      Beijão e boa sorte com o blog :*

      Excluir
  4. Eu também estou participando do projeto, e deis que entrei no projeto e conferir o post das outras meninas reparei uma coisa, todas tem problemas por ser magras de mais, pelo menos a maioria dos textos que eu lir, e olha só, eu não estou sozinha.
    Eu sempre sofrir muito por ser magrinha, já tive anemia, já passei por tudo que você passou, tenho muita vontade de entra na academia, mais as vezes penso que nem vai valer a pena.
    Quer saber eu sou assim e já era
    BATE AQUI AMIGA,estamos juntas!
    www.lamoonier.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, muita gente acha que só as gordinhas sofrem com o corpo nessa vida, mas as magrinhas sofrem também :(
      bate \o
      beijos :*

      Excluir
  5. Adorei o texto, Ju!! Acho super importante amar a si mesma, se aceitar do jeitinho que é. Também sou magrinha. Já quis ter corpão igual a muitas meninas, já quis ter peitos maiores para não deixar o bojo do sutiã ficar subindo. Já me olhei no espelho e olhei apenas os defeitos, mas atualmente ando mudando isso. Passei a entender que todas nós temos uma beleza única, só nossa, original. Passei a valorizar o que mais gosto do meu rosto e do meu corpo e passei a me arrumar não para ficar dentro dos padrões, mas para ficar bonita para mim mesma.
    Concordo super com você a achei essa campanha muito importante!

    Muito obrigada por me indicar para a Tag das sete coisas. Se não estou enganada, acho que já a respondi ano passado. Mas mesmo assim agradeço a indicação, se eu puder eu a respondo de novo. Opiniões mudam né?

    bjs
    blogtrashrock.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, Mari! Todo mundo é bonito do seu jeito, não precisa ter um corpo sarado, como você mesma falou, se arrumar pra si mesma já ajuda :) Beijoos :*

      Excluir
  6. Adorei seu texto! Acho que você disse tudo e mais um pouco, haha! É bem assim mesmo, a gente tem que se amar porque se não quem vai? Não é mesmo? Hoje em dia, qualquer um pode dizer "eu me aceito", "eu me amo", mas será que não é da boca para fora? Eu mesma dizia isso da boca para fora e bem depois que passei a me amar do jeito que eu sou, acima de tudo e todos. Beijos!

    http://alguns-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem garota!!! Obrigada pelo carinho, beijos :*

      Excluir
  7. Que texto mais inspirador, amei!
    Fico muito feliz quando uma pessoa passa a se amar do jeito que é, porque não é nada fácil, principalmente neste mundo cheio de padrões de beleza, que ditam a maneira que seu corpo deve ser, que roupa deve usar, etc. É bem libertador quando passamos nos aceitar da maneira que somos.
    Você é linda!
    Beijos
    http://lovelyplacee.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que foooooofaaa <3 Vontade de apertar! Muito obrigada Renata :*

      Excluir
  8. Oi Ju!

    Que lindo seu texto, a frase é perfeita <3
    Também passei a ver a miopia como acessório! Às vezes, ele é o charme no meu estilo hahahhaa E sobre ser magrela: Te entendo completamente! Mas sou feliz com meu corpo e fico feliz que você se aceite também!

    Beijos
    www.carolice.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Frase motivante, né? Adoro o seu óculos, acho o modelo lindo e fica super bem em você :)
      Marinhas felizes então hahaha :*

      Excluir
  9. Ahhh ! Amei o texto,quero participar do projeto também ! Como eu faço ? É bem a cara do assunto do meu blog !
    supeerpoderosas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É só clicar no link do nosso grupo do face que deixei lá em cima :)

      Excluir

Google +

Facebook

Quote #1

"Devemos sempre acreditar que, por mais difícil que seja, lutar por aquilo que queremos não é perda de tempo."

- Anne Ferreira